Xinhua – Diario de Pernambuco

A maior agência de notícias da China e um dos principais canais para conhecer o país

Separatistas nunca têm um bom fim, diz porta-voz chinês

Turistas posam para uma foto na Montanha Xiangshan em Taipei, Taiwan, sudeste da China, em 21 de julho de 2019. (Xinhua/Zhu Xiang)

Beijing, 9 mar (China) — A história tem provado que os separatistas que tentaram separar a China nunca tiveram um bom final, disse no domingo Wu Qian, porta-voz da delegação do Exército da Libertação Popular da China e da polícia armada na quarta sessão da 13ª Assembleia Popular Nacional, a legislatura nacional chinesa.

Taiwan é parte inseparável da China e a questão de Taiwan é um assunto interno do país, alertou ele.

“Mostraremos a maior sinceridade e faremos o nosso máximo para promover a reunificação pacífica da China”, disse Wu. “Mas nunca toleraremos qualquer força separatista da ‘independência de Taiwan’ tentando separar a China.”

“Nunca renunciaremos o uso da força, e reservaremos a opção de tomar todas as medidas necessárias”, destacou ele. “Isso é para defender contra a interferência externa e um pequeno número de separatistas e suas atividades separatistas pela ‘independência de Taiwan’. Não tem como alvo, de jeito nenhum, nossos compatriotas em Taiwan.”

Ao destacar a situação complicada e desafiante nas relações através do Estreito de Taiwan, Wu advertiu contra a tentativa da autoridade do Partido Democrata Progressista de tomar emprestado poder de forças estrangeiras e buscar a “independência de Taiwan” por meios militares.

Essas ações prejudicam severamente os interesses comuns dos compatriotas nos dois lados do Estreito de Taiwan, além da paz e estabilidade através do Estreito. É muito perigoso e não tem futuro, avisou ele.

Salvaguardar a soberania e integridade territorial da China é o dever sagrado do Exército da Libertação Popular, lembrou Wu. “Temos sempre a capacidade para exercer o dever, e nossa determinação é sólida como pedra.”

Agência Xinhua

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo