Xinhua – Diario de Pernambuco

A maior agência de notícias da China e um dos principais canais para conhecer o país

China toma medidas para garantir fornecimento de energia

Beijing, 14 out (Xinhua) — A China tem feito esforços consolidados para garantir seu fornecimento de energia e expandir sua capacidade de produção, declararam as autoridades nesta quarta-feira.

“O fornecimento de energia pode ser garantido neste inverno e na próxima primavera”, afirmou Zhao Chenxin, secretário-geral da Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma, em uma coletiva de imprensa.

Citando o importante papel que o carvão desempenha para garantir a segurança energética nacional, Zhao disse que as minas de carvão com potencial para aumentar a produção em Shanxi, Mongólia Interior, Shaanxi e outras regiões relevantes foram incentivadas a liberar suas capacidades avançadas de produção o mais rápido possível, e sob a condição prévia de que a segurança no local de trabalho seja garantida.

“Vamos garantir que os objetivos de atingir o pico de emissões e a neutralidade de carbono sejam alcançados conforme o cronograma, assegurando ao mesmo tempo o fornecimento doméstico de energia”, afirmou Zhao.

A recente produção diária de carvão na China atingiu um nível estável de mais de 11,2 milhões de toneladas, um aumento de 800 mil toneladas em comparação com a produção anterior ao feriado do Dia Nacional e sua maior produção desde fevereiro deste ano, informou Yu Bing, sub-diretor da Administração Nacional de Energia.

Com a aproximação do inverno, o país terá um novo aumento na demanda por eletricidade, observou um funcionário da Rede Estadual, prometendo esforços para garantir a segurança da rede elétrica e o consumo residencial de energia.

Em resposta ao recente aumento significativo nos preços internacionais do gás, várias medidas serão tomadas para garantir que a demanda de gás para o aquecimento no norte da China seja atendida, acrescentou Zhao.

Agência Xinhua

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo